segunda-feira, 14 de julho de 2008

Kleiton e Kledir


Kleiton e Kledir - Dupla formada pelos irmãos Kleiton Alves Ramil (Pelotas RS 1951—) e Kledir Alves Ramil (Pelotas 1952—), ambos cantores, compositores e instrumentistas, de muito sucesso na década de 1980 com sua fusão de pop-rock e música popular gaúcha. 

Os dois surgiram em 1972, em Porto Alegre RS, no grupo Almôndegas, no qual Kleiton tocava violão, violino, flauta doce, harmônica e percussão, e Kledir, violão, flauta e percussão, além de serem vocalistas.

O grupo era integrado também por Quico (Eurico Guimarães de Castro Neves, Pelotas 1951—), viola de 12 cordas, violão e voz; Gilnei (Gilnei Ferreira da Silva, Jaguarão RS 1950—), bateria e percussão; e João Batista (João Batista Guimarães Carvalho. Porto Alegre 1953—), contrabaixo, violão e voz.

Os Almôndegas apresentaram-se em 1973 na televisão gaúcha, e o sucesso alcançado — um dos poucos casos de repercussão fora do eixo Rio-São Paulo — possibilitou a gravação de seu primeiro LP em princípios de 1975, na Continental, no qual lançaram, entre outras, as músicas Sombra fresca e rock no quintal (Zé Flávio), Vento negro (Fogaça) e Almôndegas (Gilnei e Kledir).

O maior sucesso do conjunto foi Canção da meia-noite, incluída em 1976 na trilha sonora da novela Saramandaia, da TV Globo, mas que, no entanto, não consta do único CD do grupo, uma coletânea lançada em 1995 pelo selo Continental.

No fim dos anos de 1970, os Almôndegas se separaram e Kleiton e Kledir continuaram como dupla, obtendo sucesso com Maria-fumaça (no último Festival da TV Tupi), Fonte da saudade, Deu pra ti e Vira virou, entre outras.

Em 1989 separaram-se para seguir carreira solo, mas voltaram a se reunir em 1996. A gravadora Polygram lançou, em 1996, o CD Minha história, coletânea dos sucessos da dupla.

Fonte: Enciclopédia da Música Popular - Art Editora e Publifolha.
Postar um comentário