sábado, 20 de maio de 2006

Elegia ao seresteiro (João Chaves)

Amelina Chaves
Elegia ao seresteiro (João Chaves) - Teo Azevedo e Amelina Chaves

-------------Em-- G--------- B7---------------------------------- Em
Quando a lua, alta, madrugada / Pintava de prata o céu profundo
----------G ---------------B7----------------------------------- E
O seresteiro seguia cantando / As modinhas mais belas deste mundo
----------------------------B7------------------------------- E---- E7
Naquela elegância toda sua / Ele abraçava o pinho que gemia
------A---------------------------- E ----------B7 ---------------------E
Cantando chorava o amor perdido / Acordando a cidade que dormia


-----------B7 ---------------------E -------------------B7------------------ Em-- E7
João Chaves ainda canta e encanta / Na voz do vento nas pedras do chão
------------A ----------------E ----------------Gb7 --------------------E ---E7
No coração de todo seresteiro / Saudade Bardo sua voz numa canção
-----------A----------------- E--------------- Gb7------- B7---------- E (B7) (Em) (B7)
No coração de todo seresteiro / Saudade Bardo sua voz numa canção

-----Em------------------- B7 --------------------------Em
Maio traz saudade do poeta / Aos seresteiros a nostalgia
------------G------------------ B7----------------------------------- E
Na lembrança do Bardo trovador / Um violão soluça a noite vazia
----------------------------B7---------------------------------- E -----E7
A lua ressurge mais tristonha / Velando lá no alto a imensidão
----A------------------------ E ---------------B7----------- E
Hoje onde mora o nosso Vate / O céu infinito, a amplidão

Nenhum comentário: