sábado, 20 de maio de 2006

Cabelos cor de prata


Cabelos cor de prata (valsa-canção) - Sílvio Caldas e Rogaciano Leite

Disco 78 rpm / Título da música: Cabelos cor de prata / Caldas, Silvio (Compositor) / Leite, Rogaciano (Compositor) / Caldas, Silvio (Intérprete) / Gnattali, Radamés (Acompanhante) / Orquestra (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Continental, 1950-1951 / Nº Álbum: 16379 / Gênero musical: Valsa-canção.



Esta gravação também consta no LP 10' 33 1/3 rpm "Silvo Caldas Canta" / Imprenta [S.l.]: Continental, 1955 / Nº Álbum: LPP 17 / Lado A / Faixa 1.

-----------Em ----------Am -------------------------B7
Meus cabelos cor de prata / São beijos de serenata
----------------------------Em- B7- Em-------------- Em6 -------Bm
Que a lua mandou pra mim / --------- Os meus cabelos grisalhos
-----------------------------Gb7----------------------------- B7 -----Em
São pingos brancos de orvalho / De um tinteiro de nanquim

--------------------------Am -----------------------------------B7
Estes meus cabelos brancos / Que hoje são da cor dos bancos
-----------------------E7-- -- Am------------------------- Em
Solitários de um jardim / --------Já sentiram muitos dedos
----------------G7 -------Gb7

E ouviram muitos segredos
----------B7---------------- (Em) (B7) (Em) (B7) (C7) (Db7) (D7)
Que elas contavam para mim

----------------------G------------------------------- B7
Se hoje estão desbotados / É porque foram beijados
---------------------------E7------ Am
Com muito amor e emoção
----------------Em6----- Em -------------------G7------- Gb7
E os beijos foram tão puros / Que os meus cabelos escuros
------------------------B7 (B7) (B7) (C7) (Db7) (D7)
Estão da cor do algodão

---------------------G---------------------------- B7
Eu fiz tanta serenata que a lua desfeita em prata
---------------------------E7---- Am ---------------Em6-------- Em
Mandou mil beijos pra mim / --------E os beijos foram tão puros
--------------------G7 -----Gb7 --------------B7----- (Em) (B7) (Em)
Que os meus cabelos escuros / Ficaram brancos assim.
Postar um comentário