segunda-feira, 10 de julho de 2006

Adelita

Adelita foi uma lendária mulher que participou na Revolução Mexicana de 1910. A Adelita verdadeiramente existiu: há quem sustenta que seu nome real era Altagracia Martínez, pertencente à classe alta na Cidade de México (foto ao lado: uma "Adelita" revolucionária).

Simpatizante da revolução une-se à mesma, sendo batizada com o nome de "Adelita" pelo general Francisco "Pancho" Villa e o general Rodolfo Fierro. Também é conhecida como Marieta Martinez. Ao que parece foi assassinada por mandato de Pascual Orozco.

No entanto, atualmente o termo "adelita" usa-se para referir-se a todas aquelas mulheres soldado que participaram em dito movimento armado. Outros, no entanto, sustentam que "a Adelita" foi em realidade Adela Velarde, uma enfermeira. (fonte: WikiLingue).




Adelita (corrido) - Anonimo / Popular Mexicana (Canções latinas)
      D             A7         D
En lo alto de la abrupta serranía,
G           A7
acampado se encontraba el regimiento,
Em                        A7
y una joven que valiente los seguía,
Em        A7             D
locamente enamorada de un sargento.

     D            A7           D
Popular entre la tropa era Adelita,
G          A7
la mujer que el sargento idolatraba,
Em                       A7
porque a más de ser valiente era bonita
E7                    G A7
y hasta el mismo coronel la respetaba,

Gm        Dm            Gm          A7
Y se oía que decía aquel que tanto la quería:

       D       A7       D / D7
Si Adelita se fuera con otro,
G                    A7
la seguiría por tierra y por mar,
Em       A7         D    B7
si por mar en un buque de guerra,
Em           A7       D
si por tierra en un tren militar.

       D       A7           D / D7
Y si acaso yo muero en la guerra,
G                   A7
y si en la sierra me van a sepultar,
Em        A7        D    B7
Adelita por Dios te lo ruego,
Em       A7       D
que por mí no vayas a llorar.

      A7                      D
Si Adelita quisiera ser mi esposa,
A7                  D
si Adelita ya fuera mi mujer,
D7       G
le compraría un vestido de seda,
D          A7         D
para llevarla a bailar al cuartel.
Postar um comentário