domingo, 30 de julho de 2006

Meu cordial brasileiro

Belchior
(Dm G)      
Meu cordial brasileiro ... Um Sujeito
Me conta o quanto é contente quente
Sorrir de dentro de fora ... No leito 
Sulamericanamente

Dm             C                        Bb
O Senhor não perdoa eu não entrar numa boa
         A             Dm
E perder sempre a esportiva
                       C                           Bb
Frente a esta gente indecente que come/dorme e consente
  A                   Dm
Que cala:  Logo está viva

 (Dm G)
Também estou vivo eu sei 
Mas porque posso sangrar
E mesmo vendo que é  escuro
Dizer que o sol vai brilhar

 Dm                      C                  Bb
Com / contra quem me dá duro com o dedo na cara
     A        Dm
Me mandando calar
 (Dm G)
Menina ainda tenho um cigarro mas eu posso lhe dar
Menina a Grama está sempre verde mas eu quero pisar
Menina a estrela do norte não saiu do lugar
Menina asa branca assum preto sertão não virou mar
Menina o show já começou é bom não se atrasar
Menina é proibida a entrada mas eu quero falar
 Dm                    C                 Bb
Com contra quem me dê duro com o dedo na cara 
     A        Dm
Me mandando calar
 Dm            C                         Bb
Que o pecado nativo é simplesmente estar vivo
     A       Dm
É querer respirar  ar  ar
Postar um comentário