segunda-feira, 10 de abril de 2006

Belchior


Cearense de Sobral, filho de músicos amadores, foi bastante influenciado pelos cantores do rádio dos anos 50. Mais tarde trabalhou como programador de rádio e nos anos 60 participou de festivais de música no Nordeste, se aproximando de outros músicos cearenses como Fagner e Ednardo.

Em 1971 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde conheceu Sérgio Ricardo, que possibilitou a gravação de "Mucuripe", sua parceria com Fagner. Sua composição "Na hora do almoço" venceu o Festival Universitário e marcou sua estréia com um compacto.

Mas foi a inclusão de duas de suas composições ("Como nossos pais" e "Velha roupa colorida") no show de Elis Regina que o projetou como compositor, sendo gravado de Jair Rodrigues ("Galos, noites e quintais") a Vanusa ("Paralelas"). Teve outros sucessos como "Apenas um rapaz latino-americano", "Tudo outra vez" e "A palo seco". Em 1999 lançou o CD duplo "Auto-Retrato", em que faz uma releitura de suas principais obras. Belchior também atua como pintor, desenhista e caricaturista.

Algumas músicas

A palo seco
Alucinação
Apenas um rapaz latino-americano
Até amanhã
Comentários a respeito de John
Como nossos pais
Conheço o meu lugar
Coração selvagem
Dandy
Divina comédia humana
Espacial
Fotografia 3x4
Galos, noites e quintais
Medo de avião
Meu cordial brasileiro
Na hora do almoço
Notícia de terra civilizada
Paralelas
Pequeno mapa do tempo
Pequeno perfil de um cidadão comum
Todo sujo de batom
Tudo outra vez
Velha roupa colorida

Veja também:

14 Bis
Agepê
Alceu Valença
Benito Di Paula
Beth Carvalho
Caetano Veloso
Cazuza
Chico Buarque
Clara Nunes
Djavan
Elis Regina
Fagner
Gal Costa
Gilberto Gil
Gonzaguinha
Joanna
João Bosco
Legião Urbana
Mamonas Assassinas
Maria Bethânia
Maria Creuza
Martinho da Vila
Milton Nascimento
Moraes Moreira
Oswaldo Montenegro
Paulinho da Viola
Raul Seixas
Rita Lee
Roberto Carlos
Secos e Molhados
Toquinho
Zé Ramalho

Nenhum comentário: