sábado, 15 de julho de 2006

Sou uma criança, não entendo nada

Sou uma criança, não entendo nada (1989) - Arnaldo Antunes e Erasmo Carlos
Intr.: 

D7 / / C7 / / G6 / / / / D7 / / C7 / /
       G6 / / / /
      G6                        
Antigamente quando eu me excedia
     C7(9)                    G6
Ou fazia  alguma coisa errada
                           
Naturalmente minha mãe dizia:
              A7                      D7(9)
"Ele é uma criança, não entende nada".
              C7(9)                  G6  E7
Por dentro eu ria  satisfeito e mudo    
            A7           D7(9)     G6
— Eu era um homem e entendia  tudo
                          
Hoje só, com meus problemas
     C7(9)                      G6
Rezo muito, mas eu não me iludo
                               
Sempre me dizem quando fico sério:
           A7                    D7(9)
"Ele é um homem e entende tudo"
           C7(9)                 G6
Por dentro com  a alma tarantada 
  E7         A7          D7(9)      G6
— Sou uma criança, não entendo nada.
Postar um comentário