quarta-feira, 10 de maio de 2006

Beijo nos olhos


Beijo nos olhos (bolero, 1955) - Portinho e Wilson Falcão - Interpretação: Osvaldo Rodrigues





Promessas de amor / As juras mais sinceras
Ouvi constantemente / Mas o meu coração
Não sei por que razão / Foi sempre indiferente

Jamais acreditei / Que um beijo feiticeiro
Fizesse alguém amar / Foi um beijo seu
Um beijo nos meus olhos / Que fez-me apaixonar


E no auge da paixão / cruel desilusão
Transformou em amargura / Meus dias de ventura
Teus olhos que eram meus / Alguém beijou também
Deixando só pra mim / O teu desdém
Postar um comentário