segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Na lagoa do amor

Luiz Gonzaga
Tom: C

C                 G
Onde a morena se banha
               C
é na lagoa do amor
                         G
Tira a roupa e não se acanha
               C
é na lagoa do amor
                    G
Onde o homem se assanha
               C
é na lagoa do amor
                   G
Bebe água e não estranha
               C
é na lagoa do amor

C              G                        C
é na lagoa do amor que a morena lava o suor
        G                      C
é no forró que a morena pega a suar
       F       E       Am
é lá e cá no forró da lagoa
      F        C                G         C
é na lagoa do forró que é lugar bom pra chamegar
(refraõ)
C               G                       C
é na lagoa do amor que a traíra cai no anzol
         G                      C
é com o anzol que a gente deve pescar
        F        E           Am
eu vou danar a mergulhar na lagoa
       F         C            G       C
fazer igual a jacaré vê a morena se banhar

Nenhum comentário: