segunda-feira, 25 de setembro de 2006

Osvaldo Farrés


Osvaldo Farrés, compositor, nasceu em Quemado de Guines, Cuba, em 13 de janeiro de 1902, e faleceu em Nova Jersey, EUA, em 22 de dezembro de 1985. Foi um conhecido animador de um programa de rádio (e depois chegou na televisão) chamado "Bar melódico de Osvaldo Farrés", pelo qual passaram os mais importantes artistas cubanos dos anos 50. Não sabia escrever música, nem tocava nenhum instrumento, era um jovem inexperiente nesse ramo.

Em Havana foi carteiro, estofador, decorador, vidraceiro e pintor de paisagens. Destacou-se, contudo, como publicitário e, entre outras coisas, dirigiu a promoção da cerveja "Polar".

Seus boleros foram interpretados por grandes nomes como Nat King Cole, Doris Day, Bing Crosby, Johnny Mathis, Maurice Chevalier, Plácido Domingo, Edith Piaff, Katina Ranieri, Pedro Vargas, Toña La Negra, Lucho Gatica, Olga Guillot e Sarita Montiel.

Passou residir nos EUA em 1962. Muitas de suas obras alcançaram popularidade em Cuba e no exterior, com versões de cantores latinos e, mesmo, norte-americanos.

Entre elas:

Acaríciame

Acércate Más

Estás Equivocada

No, No y No

No Me Vayas a Engañar

Piensa Bien Lo Que Me Dices

Quizás, Quizás, Quizás

Toda Una Vida

Tres Palabras


Acesse aqui a relação de compositores e intérpretes de bolero

Bolero: Letras, Cifras e Músicas

Saiba sobre as origens do bolero


Fonte: SonCubano. Tradução: Everaldo J Santos.
Postar um comentário