domingo, 4 de junho de 2006

Naquela mesa



Naquela mesa (1973) - Sérgio Bittencourt - Interpretação: Nelson Gonçalves
Tom: Em
Am Em B7 Em

          Em
  naquela mesa ele sentava sempre
                                      Am
  e me dizia contente o que é viver melhor
           Am7M                B7
  naquela mesa ele contava histórias
                                         Em
que hoje na memória eu guardo e sei de cor
           Em
  naquela mesa ele juntava gente
                 E7                 Am
  e contava contente o que fez de manhã
       Am7M                    Em
  e nos seus olhos era tanto brilho
                    B7
  que mais que seu filho
                Em
  eu fiquei seu fã
            Em
  eu não sabia que doía tanto
                                       Am
  uma mesa num canto, uma casa e um jardim
                                 B7
  se eu soubesse o quanto dói a vida
                                 Em
  essa dor tão doída, não doía assim
          Em
  agora resta uma mesa na sala
                      E7            Am
  e hoje ninguém mais fala do seu bandolim
                         Em
  naquela mesa tá faltando ele
               B7                Em
  e a saudade dele tá doendo em mim
           Am              Em
  naquela mesa tá faltando ele
              B7                Em
  e a saudade dele tá doendo em mim

          
Agora resta uma mesa na sala
                  E7    Am
E hoje ninguém mais fala no seu bandolim
                         Em
Naquela mesa tá faltando ele
             B7                   E7  
E a saudade dele está doendo em mim
                          Em
Naquela mesa tá faltando ele
             B7                   E7
E a saudade dele está doendo em mim



Nenhum comentário: