terça-feira, 25 de julho de 2006

Lugar de cobra é no chão

Chico Buarque
Intro:] E6(9) Bbm7(b5) A7M Am6 
        G#m7 C#m7 F#m7 B7(9)(11) B7(b9)
        E6(9) Bbm7(b5) A7M Am6 G#m7(b5) 
        C#7(b9) F#7(13) Bbº
        E/B B7(9)(11) E/B B7(9)(11)

  E/B        G#7/C     C#m7 Cm7 Bm7 E7(4) E7 F#m7
A sua risada nervosa contamina o ambiente
    C#7(b13)    F#7(13) F#7
Deram asas à cobra e a cobra voou,
       A7M       F#/Bb  E/B   C#7(b13)
E continua voando, espalhando seu veneno,
F#7(13)           F#m7           B7(b9)
Agora chegou o teu momento, bicho peçonhento, tu vais me pagar...

      E/B     G#7/C  C#m7 E/D
É proibido ficar com pena
       D#m7(b5)   G#7(b9)      C#7(4) C#7
De ver a cobra voltar a se arrastar
         A7M     F#/Bb  E/B          C#7(b13)
Lugar de cobra é no chão, o céu é dos passarinhos
   F#7(4)     F#7       F#m7   B7(b9)
Que cantam lindas canções, que alegram os corações

    C#m7/G#      A7M     Bbm7(b5) Am6/C
É, eu sempre quis lhe dar a mão e você se encheu de anéis...
  Bm/D        C#7    F#m7    F#m7/E
E vive a pensar que o mundo está a seus pés
 D#m7(b5)        G#7(b9)       C#m7
Mas esqueceu que o mundo tem virada,
       Bm7   E7  A7(9)     D#m7(b5)  G#7(b9) Bm6/D
Quem é tudo não é nada, essa vida é um vai e vêm...
      C#7  D#m7(b5)/A   G#7(b9)    C#m7 Cm7
Vai e vêm, cuidado na descida da escada
       Bm7      E7 A7(9) D#m7(b5) G#7(b9) C#m7 Cm7 B7
Que uma alma envenenada pode envenenar também

D#m7(b5)/A   G#7(b9) C#m7 Cm7
Cuidado na descida da escada
       Bm7      E7 A7(9) D#m7(b5) G#7(b9) Bbº
Que uma alma envenenada pode envenenar também
   A/B E/B Bbº G#m7(b5) C#7(b9) F#7(13) Bbº E
Também...
Postar um comentário