terça-feira, 25 de julho de 2006

Maninha

Maninha (1977) - Chico Buarque - Interpretação: Miúcha, Chico Buarque e Tom Jobim

LP Espelho Mágico - Trilha Sonora da Novela / Título da música: Maninha / Chico Buarque (Compositor) / Chico Buarque (Intérprete) / Miúcha (Intérprete) / Antonio Carlos Jobim (Intérprete) / Gravadora: Som Livre / Ano: 1977 / Nº Álbum: 403.6124 / Lado A / Faixa 2 / Gênero musical: Canção.


Tom: A

INTROD: Fdim  F#m7  Fdim  F#m7  Eb  D  E7    

 A              E   
Se lembra da fogueira   
 F#m7            F  
Se lembra dos balões   
A              G#7           C#m7 F# F#7   
Se lembra dos luares dos sertões   
Bm           A#5+  Bm/A        Bm   
A roupa no varal, feriado nacional   
        Bm4/7     C7+            C#m7 F# F#7   
E as estrelas salpicadas nas canções   
Bm7              Bm              C#7     F#m7   
Se lembra quando toda modinha falava de amor   
                  B   
Pois nunca mais cantei, oh maninha    
 E7              A       
Depois que ele chegou   


 A                E  
Se lembra da jaqueira   
 F#m7         F  
A fruta no capim   
A              G#7           C#m7 F# F#7   
Dos sonhos que você contou pra mim   
Bm           A#5+   Bm/A        Bm  
Os passos no porão, lembra da assombração   
        Bm        C7+        C#m7 F# F#7   
E das almas com perfume de jasmim   
Bm7           Bm       
Se lembra do jardim oh maninha   
   C#7     F#m7   
Coberto de flor   
                B7  
Pois hoje só dá erva daninha   
     E7          A       
No chão que ele pisou   


  A              E  
Se lembra do futuro   
 F#m7         F   
Que a gente combinou   
A            G#7          C#m7 F# F#7   
Eu era tão criança e ainda sou   
Bm          A#5+   Bm/A         Bm   
Querendo acreditar que o dia vai raiar   
        Bm   C7+        C#m7 F# F#7   
Só porque uma cantiga anunciou   
Bm7               Bm       
Mas não me deixe assim, tão sozinha   
   C#7     F#m7   
A me torturar   
                    B7  
Que um dia ele vai embora, maninha   
     E7          A   A   
Pra nunca mais voltar   
Postar um comentário