sábado, 22 de julho de 2006

Triste margarida (Samba do metrô)


Triste margarida (Samba do metrô) - Adoniran Barbosa / Interpretação: Demônios da Garoa
Intr: (Cm Fm Cm Fm G Cm C7) 2X 
Cm
Você esta vendo aquela mulher
que vai indo ali
Fm  G         Cm  C7
Ela não quer saber de mim
Fm        G      Cm
Sabem por que
G         
Eu menti pra conquistar
G7       Cm
seu bem querer (x2)
C                A7       Dm
Eu disse a ela que trabalhava de engenheiro
G7          Dm          G7      C
E o metrô de São Paulo estava em minhas mãos
A7       Dm
E que se desse tudo certo
G7            Dm          G7  C
Seria a primeira passageira da inauguração
Dm         G7             C
Tudo ia indo muito bem
G7         C
Até que um dia, até que um dia
D7           Dm           G7      C
Ela passou de onibus, pela via 23 de maio
G7
E da janela do coletivo me viu
Dm            G7      C
Plantando grama no barranco da avenida
Fm                   G7          Cm
Hoje fiquei sabendo que ela é  
________________________________
Fm            G               Cm
Orgulhosa, convencida
Fm                G        Cm
Não passa de uma trista margarida
________________________________(2X) 
Introdução

Postar um comentário