domingo, 28 de maio de 2006

Jardins da Babilônia

Rita Lee
G                              C  
Suspenderam os jardins da Babilônia
          G 
E eu prá não ficar por baixo
      D                    C         D   
Resolvi botar as asas prá fora, porque
          G                                  C  
Quem não chora dali, não mama daqui, diz o ditado
           G                    A        D   G    
Quem pode, pode, deixa os acomodados que se incomodem

Em                     C  
Minha saúde não é de ferro mão
Em                      A  
Mas meus nervos são de aço
       G    Bm        Em          
Prá pedir silêncio eu berro,
        D              A              D      
 prá fazer barulho eu mesma faço, ou não

Mas pegar fogo nunca foi atração de circo
Mas de qualquer maneira
Pode ser um caloroso espetáculo, então
O palhaço ri dali, o povo chora daqui, e o show não pára
E apesar dos pesares do mundo
Vou segurar esta barra
Postar um comentário