terça-feira, 18 de julho de 2006

Caboclo sonhador

Fagner

Tom: G
  

Intro: Em B Em B Em B...D B Em

                     B
Sou um caboclo sonhador
Meu senhor, viu?
                     G  B Em
Não queira mudar meu verso
                       C
Se é assim não tem conversa
                     B
Meu regresso para o brejo
                Em
Diminui a minha reza

                 B
Coração tão sertanejo
                                   Em
Vejam como anda plangente o meu olhar
                   B
Mergulhado nos becos do meu passado
           Em
Perdido no imensidão desse lugar  
                  B 
Ao lembrar-me das bravuras de neném
                                      Em   
Perguntar-me a todo instante por Bahia
                                    B
Mega e Quinha, como vão, tá tudo bem?
                                      Em
Meu canto é tanto, quanto canta o sabiá
  
       D                    Em
Sou devoto de padim Ciço Romão
      D                      Em  
Sou tiete do nosso rei do cangaço
      G      D       G            D     
Em meu regaço, fulminado em pensamentos

          Em                           
Em meu rebento, sedento eu quero chegar
               B
Deixem que eu cante cantiga de ninar
                                Em         
Abram alas para um novo cantador
                                  B  
Deixem meu verso passar na avenida
            B    Am     G   B    Em  
Num forró fiado tão da bexiga de bom
                                 B  
Deixem meu verso passar na avenida
            B    Am     G   B    Em  
Num forró fiado tão da bexiga de bom

                               

Nenhum comentário: