segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Estatuto de boite

Estatuto de boite - Billy Blanco

Gafieira de gente bem
É boite
Onde a noite esconde a bobagem
Que acontece
Onde o uísque lava qualquer
Disparate
Amanhã um sal de fruta
E a gente esquece
Vamos com calma
Olha o respeito
Trate do corpo
Que a alma
Não tem mais jeito
O estatuto não prevê
Mas eu lhe digo
Traga a sua mulher de casa
E deixe em paz a do amigo
Gafieira de gente bem
É boite

Nenhum comentário: