terça-feira, 2 de maio de 2006

Meus vinte anos

Wilson Batista
Neste samba, Wilson Batista vive um bom momento de sua carreira como letrista. Em versos simples, ele focaliza um problema existencial: o inconformismo do homem diante da velhice. Essa realidade indesejada é pressentida pelo protagonista "Nos olhos das mulheres" e confirmada no "Retrato da sala", que "Faz lembrar com saudade" a sua mocidade.

Surpreendentemente, Wilson tinha apenas 29 anos na época em que fez a composição. Autor da melodia, Sílvio Caldas é também o intérprete de "Meus Vinte Anos" num disco que, lançado no final de 42, estendeu seu sucesso a todo o ano seguinte.

Meus vinte anos (samba, 1942) - Wilson Batista e Sílvio Caldas

Disco 78 rpm / Título: Meus vinte anos / Autoria: Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Caldas, Sílvio (Compositor) / Caldas, Sílvio (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, Agosto/1942 / Nº Álbum 80-0006 / Lado B / Gênero musical: Samba



Nos olhos das mulheres / No espelho do meu quarto
É que eu vejo a minha idade / O retrato na sala
Faz lembrar com saudade / A minha mocidade

A vida para mim tem sido tão ruim / Só desenganos
Ai, eu daria tudo / Para poder voltar
Aos meus vinte anos.

Deixaste minha vida / A sombra colorida
De uma saudade imensa / Deixando-me ficaste
Mostrando-me o contraste / Matando a minha crença

E hoje desiludido / Muito tenho sofrido
Cheio de desenganos / Ai, eu daria tudo
Para poder voltar / Aos meus vinte anos.


A Canção no Tempo - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Vol. 1 - Editora 34
Postar um comentário