segunda-feira, 9 de julho de 2007

Bicho da paz

Luiz Vicentini
Introdução: Am  F  E  Am 
Am                                        F
Toda mentira há de morrer sob a luz da verdade.
Am F
Todo escuro há de ceder espaço pra claridade.
Dm Am
Todo amor será platônico, não haverá dor e lamento,
G
E todos teremos um só desejo:
E Am E Am E Am
Que neste momento nos morda o Bicho da Paz.
Am                                          F
Toda esperança há de ampliar o que parece absurdo.
Am F
Todo progresso há de provar que nunca fomos os únicos
Dm Am
Neste universo sem limite, não há lugar que não se habite.
G
Pena que não haverá mais tempo
E Am E Am E Am F Am F E
Pra ver com alegria quando esse dia chegar.
Am                         F
Toda mentira, todo escuro, todo amor, todo desejo,
Am
Toda esperança, todo progresso,
F Dm
Todo absurdo, em todo universo há de existir bem mais
E E7 Am
Que possa conceber o pensamento.
G
É pena que não haverá mais tempo
E Am F Am F E F Am
Pra ver com alegria quando esse dia chegar.

Postar um comentário