terça-feira, 11 de abril de 2006

Carlos Nobre


Carlos Nobre (Nomar Nobre Chatelairi), cantor e compositor nasceu em Vitória (ES) em 6/6/1934. Filho do maestro Antônio Nobre Filho, desde criança interessou-se por música, participando, aos 12 anos, com seus colegas do Colégio Americano, de Vitória, do conjunto Amantes do Samba. Prosseguiu seus estudos na Academia de Comércio de Vitória e trabalhou como entregador de roupa de uma alfaiataria.

Em 1952 foi servir o Exército no Rio de Janeiro (RJ), onde conheceu Paulo Gracindo e Adelino Moreira, que o incentivaram a seguir a carreira artística. Dois anos depois gravou seu primeiro disco Toada de amor (Peterpan), atuando também em programas das rádios Mayrink Veiga, Mauá, Clube e Nacional, participando do programa de Paulo Gracindo.

Em 1960 recebeu dois troféus Chico Viola por suas interpretações de Amor em serenata (Raul Sampaio e Ivo Santos) e Ciclone (Adelino Moreira), sendo esta última sua gravação de maior sucesso e campeã de vendagem naquele ano.

De suas 15 músicas gravadas, inclusive como intérprete, destacam-se as composições Pressentimento (com Roberto Bittencourt) e Amor desfeito (com Raul Sampaio). Na década de 1970 apresentava-se em programas de televisão, boates e restaurantes cariocas.

Algumas músicas:


Veja também:



Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha, SP, 1998.
Postar um comentário