sexta-feira, 28 de julho de 2006

Até quando

Carlos Nobre
Até quando (1963) - Haroldo Barbosa e Luiz Reis - Interpretação de Carlos Nobre
Tom: D

    D+            D+
Estou brincando de esquecer
        B Dim
E vou adormecer
           Em
Na minha realidade
         A+7
Faço dormir meu pensamento
              A+7
E no meu sono lento
               D+          
Acorda uma saudade
          D+7
Estou fugindo a uma
         G+
Lembrança
                Gm
Que hoje não se vai
                B+7
Porque foi tão sincera
      Em           A+7 
Renasce nela, um frescor
       D+            B+7
Revive nela, a flor do amor
         E+7
Desponta nela
          A+7
Uma eterna primavera
    D+
Porém, meu sol vai
Declinando
     B Dim
E eu vou adormecendo
            Em
Você vai se apagando
                       G+
Estou brincando de esquecer
     B+7  
Porém imaginando
       Em         Gm
Até quando... até quando
         D+
Até quando...

Nenhum comentário: