sábado, 15 de abril de 2006

Wanderley Cardoso

Wanderley Cardoso (Wanderley Conti Cardoso), cantor e compositor, nasceu em São Paulo SP, em 10/3/1945. Começou como cantor de programas infantis, destacando-se com A canção do jornaleiro (Heitor dos Prazeres).

Em 1962 apresentou-se no programa Alô, Brotos, de Sérgio Galvão, na Rádio Bandeirantes (São Paulo), e dois anos mais tarde foi levado por Genival Melo para a Copacabana, onde gravou seu primeiro compacto simples, Deu a louca no mundo (versão de Nazareno de Brito) e Rosana (versão de Genival Melo). Ainda em 1964, gravou Preste atenção (versão de Antônio Queirós), seu primeiro sucesso.

Conseguiu popularidade nos anos seguintes com Abraça-me forte (versão de Genival Melo), 1965, e O bom rapaz (Geraldo Nunes Moreira), que, incluída no LP de mesmo nome, teve destaque nas paradas de sucesso de 1967.

Em 1968 lançou em disco sua primeira composição, Doce de coco, e, um ano depois, gravou o LP Quando o amor se transforma em poesia, em que fez sucesso a canção-título, versão de sua autoria. Fez temporadas em países da América Latina e participou de festivais, como o Festival Piriapolis, no Uruguai, onde obteve em 1972 o primeiro lugar, como cantor e compositor, com Vivo para ver você viver. Ainda nesse ano fez um show no Canecão, no Rio de Janeiro, ao lado de Regina Duarte, Regina mon amour.

Em 1973 lançou o LP Minha namorada, obtendo sucesso com a canção-título de Roberto Correia e John Lemos, e com Preciso tanto de você (José Augusto). Nesse ano excursionou pelos Estados Unidos. Em 1974 lançou o LP Sempre lhe direi, com Minha ex-namorada (com Ivonete), Tentei esquecer você (Roberto Correia e John Lemos) e Nunca Mais (com Santiago).

Na década de 90, continua se apresentando em shows e gravando esporadicamente. Em 1995 participou do CD 30 anos de Jovem Guarda - Os reis do iê-iê-iê (Polygram) com nova interpretação de seu sucesso Doce de coco.

Veja também:



Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha, SP, 1998.
Postar um comentário