segunda-feira, 17 de julho de 2006

Bim bom

“Bim bom” está no lado B do disco Odeon 78 rpm de 1958, lançado por João Gilberto, que traz “Chega de Saudade”. João apresenta uma interpretação vocal intimista e uma nova batida de violão, tornando-se um marco para a Bossa Nova. A letra é um mantra de dois versos: “É só isso o meu baião/ E não tem mais nada não”, como se o cantor reduzisse ao grau zero o manifesto “Baião”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, de 1946. É o cantor  no auge de sua cintilância e tônus rítmico. (Fontes: Revista Época - "Bim bom, bim mau" - 07/06/2011; Dicionário da MPB).

Bim bom (samba-bossa, 1958) - João Gilberto



 Dm7 G7  Dm7     G7  
 Bim bom bim bim bom bom 
 Dm7 G7  Dm7     G7      C6/9 
 Bim bom bim bim bom bim bom 

 Dm7 G7  Dm7     G7 
 Bim bom bim bim bom bom 
 Dm7 G7  Dm7     G7      Bm7   E7/9- 
 Bim bom bim bim bom bim bim 

 Am7         Bm7    E7/9-
 É só isso o meu baião    
 Am7            Bm7  E7/9- 
 E não tem mais nada não 
 Am7       A7         Dm7   G7 
 O meu coração pediu assim, só 

Nenhum comentário: