sexta-feira, 7 de julho de 2006

Ninguém é de ninguém

Cauby - 1958
Ninguém é de ninguém (bolero, 1960) - Umberto Silva, Toso Gomes e Luís Mergulhões - Intérprete: Cauby Peixoto

Disco 78 rpm / Título da música: Ninguém é de ninguém / Silva, Umberto (Compositor) / Gomes, Toso (Compositor) / Mergulhões, Luís (Compositor) / Peixoto, Cauby (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: RCA Victor, 1960 / Nº Álbum 802243 / Lado B / Gênero musical: Bolero.


G                      Em
Ninguém é de ninguém
              Am
Na vida tudo passa
           D7
Ninguém é de ninguém
         G
Até quem nos abraça
  
 Bm7/-5        E                     Am
Não há recordação que não tenha seu fim
    Em            A7
Ninguém é de ninguém
             D7 
O mundo é mesmo assim
   G           Em                 Am
Já tive a sensação que amava com fervor
             D7                       G
Já tive a ilusão que tinha um grande amor 
    
 Bm7/-5         E                     Am
Talvez alguém pensou no amor que eu sonhei
         Cm
E que perdi também
    G           Am
E assim vivi a vida
    D7            G
Ninguém é de ninguém
Postar um comentário