sábado, 29 de julho de 2006

Noites do Norte

Caetano Veloso
         C#6/9   C#6/7(C)
A escravidão     permanecerá
A#m7      A#m7/G#   Gm7/5-         C7/9-       
por muito tempo     como a característica
Fm  Fm7         A#m7     D#7/9   
nacional        do Brasil.
G#7M
Ela espalhou
D#m7       G#7/13 G7/5+      C#M7  C#m6 
nossas vastas         solidões
Cm7 Fm
uma grande suavidade;
A#m7             Fm          
seu contato foi a primeira forma que recebeu a
A#m7             Dm7
natureza virgem do país,
C#7M      F#M     Fm
e foi a que ele guardou;

Am7     D7/9         Am7         D7/9     
ela povoou-o como se fosse uma religião
Am7        D7/9
natural e viva,
G7M    C7/9      F7M    A#7      
com os seus mitos,     suas legendas, seus
Bm7/5-  E7
encantamentos;

A7M              D7/9     C#7/13 C#7/5+  C#m6  
insuflou-lhe sua alma infantil,
Eº       Bm7   Bm7/A  G#m7/5- C#7/9-
suas tristezas sem pesar,
F#m     A/E      D#m7  D#m7/C#
suas lágrimas sem amargor,
Cº     Bm6           A#m  D#7/9
seu silêncio   sem concentração,

G#m7      C#7/9
suas alegrias sem causa,
F#º    F#7M     D#m7   Fm7/5- E7M  A#7
sua felicidade sem dia seguinte...
D#m7                    G#7/9
É ela o suspiro indefinível
D#m7/9           D#m6
que exalam ao luar
D#m7                   G#7/9   C#7M
as nossas noites do  nor     te.
Postar um comentário