sexta-feira, 28 de julho de 2006

Serenata da chuva


Serenata da chuva (seresta, 1964) - Evaldo Gouveia e Jair Amorim - Interpretação: Altemar Dutra

Compacto Simples / Título: Serenata da chuva / Evaldo Gouveia (Compositor) / Evaldo Gouveia (Compositor) / Altemar Dutra (Intérprete) / Gravadora: Odeon / Ano: 1963 / Álbum: 7B-031 / Lado A / Gênero musical: Seresta.


Am            E    
só lá fora a chuva que cai, 
 Bb°          Dm
só eu pego o meu violão 
 G7          C
ai tanjo o bordão 
           F   Dm        E 
e esta canção tão triste sai 

Am            E  
sou, um seresteiro à sonhar, 
Bb°            Dm
só sem ter ninguém sem luar 
                  G7                  
canto e a chuva fria cai, 
    C          F           Dm 
canto nesta noite assim, chove  
     E            Am  E 
solidão dentro de mim... 

A        E          F#m 
onde andará neste momento 
   C#m  A7   D          C#m7 
o meu amor, em que pensará  
         Bm            E 
longe de mim sem meu calor, 
Dm           G7                     
tão sozinho agora estou, 
  C                      F
canto e a chuva não tem fim,  
Dm            E           Am 
chove esta saudade sobre mim
Postar um comentário