sexta-feira, 14 de abril de 2006

Oswaldo Montenegro

Oswaldo Montenegro (Osvaldo Viveiros Montenegro), cantor, compositor e teatrólogo, nasceu no Rio de Janeiro RJ em 15/3/1956. Mudou-se aos sete anos de idade para São João Del Rei MG, onde, ouvindo os seresteiros locais, teve um contato mais próximo com a música.

Nessa época, ganhou seu primeiro violão e compôs sua primeira música, Lenheiro. Aos nove anos voltou para o Rio de Janeiro, e em 1970 mudou-se para Brasília DF, onde começou a participar de festivais universitários de música.

Em 1972, no sexto e último FIC, concorreu com Automóvel, gravada por Os Três Morais. Em 1978 gravou seu primeiro disco, Trilhas, por selo independente; no ano seguinte, estreou na Warner, lançando o LP Poeta maldito, moleque vadio.

Também em 1979 conseguiu sua primeira grande projeção como intérprete, defendendo no Festival de Música da TV Tupi sua composição Bandolins, classificada em terceiro lugar e sucesso nacional.

Em 1980 venceu o festival MPB Shell, transmitido pela TV Globo, defendendo Agonia (Mongol), que se tornou outro êxito nacional. Em 1985 chegou à final do Festival dos Festivais, da TV Globo, com O condor.

Paralelamente à carreira musical, tem escrito e dirigido várias peças teatrais musicadas, como João sem nome (1975), Veja você, Brasília (1981 ), A dança dos signos (1983), Léo e Bia (1984) e a peça infantil O vale encantado (1993), nas quais se revelaram cantoras como Zélia Duncan, Cássia Eller e Deborah Blando, o saxofonista Milton Guedes e a atriz Teresa Seiblitz (página dedicada aos fãs deste grande compositor e cantor e a Roberto Reibnitz).


Veja também:



Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha, SP, 1998.
Postar um comentário