quarta-feira, 14 de junho de 2006

Aquarela brasileira



Silas de Oliveira
Aquarela brasileira (samba-enredo/carnaval, 1964) - Silas de Oliveira - Interpretação: Martinho da Vila - Samba-enredo do Império Serrano composto por Silas de Oliveira (1916-1972), na voz de Martinho da Vila (gravação que faz parte do disco "Maravilha de Cenário", de 1975).
Am            Dm            Am
Vejam esta maravilha de cenário
   Bm5-/7  E7      Am
É um episódio delicário
         F7                E7
Que um Artista num sinho genial
    F7          E7       Am
Escolheu para esse carnaval
       G7            C
E o asfalto como passarela
           E7      Bm5-/7    E7    Am      E7
 Será  a tela do Brasil em forma de  aquarela
  Am               Dm            Am
Passeando pelas  cercanias do Amazonas
  Bm5-/7   E7         Am
Conheci vastos seringais
       G7                 C
e  no Pará , a ilha de  Marajó
             F#m5-/7 B7   E7
E a  velha cabana do Timbó
     A7                     D7
Caminhando ainda um pouco mais
  B7/4       Bb7          E7
Deparei com lindos Coquerais
   Dm       E7   Dm G7          C
Estava no Ceará,  terra de Iatapuã
      Bm5-/7  E7  Am
De Iracema    e    Tupã
  Dm      E7         Am
Fiquei radiante de alegria
          Em5-/7  A7      Dm
Quando cheguei    na   Bahia
  G7
Bahia de  Castro Alves
 C
Do Acarajé
F#m5-/7         B7        E7  A7
Das noites de magia do Candomblé
  Dm           E7                Am
Depois de Atravessar as matas do ipú
              B7               E7            Am   E7
Assisti em Permbuco a festa do frevo e do maracatu
 A              Bm    A  Bm"Cm"D#m 
Brasília tem o seu destaque    na   
                  Cm               Bm   F#7
   arte    na   Beleza   e arquitetura
 Bm         Bm5+       Bbm6  Bm5+
Feitiço de garoa apela serra
  Bm          C°             A
São paulo engrandece a nossa terra
      Em               F#7           Bm          F#7  Bm  F#7
do leste por todo centro-este Tudo é belo e tem lindo matiz
  Bm                   E7       
E o Rio dos Sambas e batucadas 
                                        A    F#7
 dos malandros e mulatas de requebros febris
  A            Bm           C#m
Brasil estas nossas verdes matas
    D            C#m
Cachoeiras e  cascatas
      F#7    Bm  F#7
Do colorido sutil
     Bm     E7          A
E este lindo céu azul de  anil
     F7           E7         Am  E7
Emoldura em aquarela o meu Brasil
  Am  Dm   Am   Bm5-/7  E7  Am
lalalalaiá ......la la lalaiá
 
 

Nenhum comentário: